quinta-feira, 7 de março de 2019

[REVIEW] Goblin Slayer, um anime para NÃO se assistir com a família!



Olá meus queridos e lindíssimos leitores, como vocês estão?

Depois de uns dias sumida, decidi reaparecer e falar de Goblin Slayer, que assisti ano passado, mas só criei vergonha na cara para escrever sobre ele agora em março. Enfim, espero que gostem da postagem hehe...

Sinopse


"Uma jovem sacerdotisa forma seu primeiro bando de aventureiros, mas eles imediatamente se metem em apuros. É então que o Goblin Slayer vem a seu resgate - um homem que dedica sua vida a exterminar todos os goblins, custe o que custar. E quando seus feitos começam a se espalhar, ninguém sabe o que pode acontecer depois..." (Sinopse pela Crunchyroll)

Agora que vocês já sabem um pouquinho do que acontece, vamos falar dos personagens principais...

Goblin Slayer


Como o nome já diz, ele mata goblins, e faz isso o anime todo. O Goblin Slayer não é lá um personagem muito carismático, não fala muito, e não tem muitos interesses tirando o de matar goblins, mas esse acaba sendo o charme dele, já que ele consegue fazer isso de TODAS as formas possíveis (e bom, esse é o assunto principal do anime).

Onna Shinkan


Ela é a sacerdotista companheira do Goblin Slayer, desde que ele a salvou no primeiro episódio, ela não largou mais dele, e mesmo parecendo meio fraca e ás vezes um pouco inútil no começo, ela tem uma evolução significativa no anime, e acaba salvando o Goblin Slayer várias vezes também.
Sobre a personalidade dela: Onna é a típica personagem pura e frágil dos animes, mas conforme os episódios vão rolando, a personalidade dela também vai evoluindo, e ela se torna uma personagem bem interessante de acompanhar (se tornou a minha favorita pelo menos).


...Os outros 03 do bando...

Yousei Yunde - Arqueira do grupo
Kouhito Doushi
Tokage Souryo - Sacerdote lagarto

       
Esses aí são os outros personagens que acabam colando no Goblin Slayer para trabalhar com ele, Yousei Yunde é uma elfa arqueira bem corajosa e destemida, e ela tem uma certa implicância com o Kouhito Doushi, um velho anão cheio de personalidade, que também gosta de atentar a elfa, ele é o personagem mais engraçadinho, então consegue deixar algumas cenas um pouco mais leves (ah e ele é bem útil), e por último, mas não menos importante temos o Tokage Souryo, um sacerdote lagarto apaixonado pelo néctar!

...

(Eu até poderia adicionar mais alguns personagens como a fazendeira e a recepcionista que também aparecem bastante no anime, porém elas acabam servindo mais de apoio para a história, e não tem lá grande importância, então por enquanto vou citar só esses mesmo).

...

A história + opinião final


O anime basicamente gira em torno das aventuras do Goblin Slayer indo atrás de goblins para matar, mas o interessante é que o anime não fica chato em nenhum episódio, mesmo o objetivo do personagem não mudando muito, já que ele sempre tenta manter alguma novidade no ar, seja personagens/criaturas novas, ou alguns mistérios.
A única coisa que me decepcionou um pouco, é que Goblin Slayer começa propondo ser um anime sério e pesado, mas acaba se perdendo um pouco no meio de tanto fan service (eu adoro fan service, mas nesse caso, sinto que era um pouco desnecessário, já que a história estava realmente muito boa).


E eu fiquei brava também, porque fiquei shippando nosso protagonista com a Onna e no final não rola nada entre eles (cadê o fan service quando a gente precisa???????), o bom é que aparentemente vai ter temporada nova, então ainda posso manter minhas esperanças de sair um casal dali haha...

Enfim, de qualquer forma Goblin Slayer é um anime muito bom, e eu não me arrependo de ter assistido, e acho que posso recomendar ele tranquilamente para vocês!
(Só não recomendo para pessoas que preferem animes mais leves, pois esse possui umas cenas bem pesadinhas, envolvendo até estupro).


Nota que eu daria para o anime: 09!

...

FIM!!!

Espero que tenham gostado!

Já assistiram Goblin Slayer? Pretendem assistir? Conte-me tudo nos comentários!

Até a próxima postagem!

~Kissus!

VOCÊ PODE TAMBÉM PODE GOSTAR:



MOMENTO DE DIVULGAÇÃO NO FINAL DA POSTAGEM


Eu gostaria de pedir a ajuda de vocês na minha meta de conseguir alcançar 400 visualizações no meu cover de "Shall We Dance", essa musica é muito especial para mim, e eu gravei esse vídeo com tanto carinho, e falta menos de 20 views para mim atingir minha meta, então ficaria muito feliz se vocês pudessem me ajudar! Vocês só precisam assistir ao vídeo (ele tem pouco mais de 03 minutinhos), e clicar em curtir!
Agradeço desde já!

sábado, 16 de fevereiro de 2019

[REVIEW - Recomendações] Beelzebub-jou No Okinimesu Mama – O romance de demônios fofos




Olá meus lindos e queridos leitores, como vocês estão? Sentiram minha falta?

Finalmente tomei vergonha na cara e vim cuidar do Quase Otome! E para deixar as coisas melhores ainda, hoje trouxe para vocês um review de um dos melhores animes que assisti ano passado, estou falando do fofinho “Beelzebub-jou No Okinimesu Mama”, mas antes de começar a falar mais sobre ele, gostaria de pedir para vocês votarem na SUPER MEGA PREMIAÇÃO “OTOME-DREAM QUEST”, onde listamos diversos animes e personagens para vocês decidirem quais são os melhores e os piores também! Vocês encontrarão a votação no link abaixo:




Agora que já dei meu recadinho, vamos falar sobre o que interessa:

Beelzebub-jou No Okinimesu Mama


Sinopse: Beelzebub é um grande rei demônio que comanda milhões de demônios. Murin decidi servir ao rei demônio e descobre que Beelzebub não possui uma postura de um grande rei demônio, e é uma garota preguiçosa que gosta de coisas fofinhas! Assim começa um dia-a-dia no mundo dos demônios.

Agora que você já sabe um pouco sobre a história, vamos falar um pouco dos dois personagens principais (não irá ter trinca de personagens, porque nesse anime não tem vilão):


Beelzebub


Beelzebub é uma dos demônios supremos que comandam o inferno, e por isso ela deve ser sempre um exemplo para todos, sendo um ser super sério e respeitado, PORÉM quando ela está perto de seu assistente Murin, e de seus amigos próximos, ela é apenas uma garota inocente,  OBCECADA APAIXONADA por coisas macias, e que é totalmente distraída.
 A personalidade da Beel é uma das coisas mais legais e mais únicas desse anime (ela é de longe uma das personagens mais icônicas e carismáticas que já vi), o mais legal de acompanha-la pelo anime é ver ela descobrindo sentimentos que não fazia ideia que tinha, como o amor e o ciúme, e ver que ela não tenta parar esses sentimentos, e nem sequer procura entende-los, ela apenas vai seguindo seu coração, e vai tentando se aproximar cada vez mais do Murin (digo isso porque eu sempre fico muito brava, quando os personagens descobrem que estão gostando de alguém, aí eles vão e tentam se afastar).

Murin

Murin é o assistente da Beelzebub, e inicialmente ele se sente um pouco “decepcionado” por descobrir que a Beel não é um demônio sério e super responsável como ele imaginava, mas não demora muito para ele cair nas graças dela, e passa a admira-la ~até se apaixona~ (embora ele também não entenda muito o conceito de estar apaixonado).
A personalidade dele é bem agradável, ele não é um galã e nem chega a ser um cara perfeito que os animes de romance costumam ter como protagonista, mas o fato dele ser mais comum, faz a gente se apegar mais a ele, e torcer por ele. Ah e o melhor é que ele também não fica tentando reprimir o que sente pela Beel!

xx

...Outros personagens avulsos, porém relevantes...


O anime nos apresenta vários casais extremamente shippaveis, que ou já começam gostando um do outro, como no caso da super tímida Gocchin e do super tímido Azazel (que mal conseguem se comunicar), ou que acabam se gostando com o decorrer das coisas, como no caso do mulherengo Astaroth e de sua impiedosa assistente Sacchan, e temos até aquele casal que sabemos que nunca vai rolar como a doida Eurynome e o aparentemente jovem Dantalion (eu fiquei apaixonada pelo nome dele). Todos os personagens são extremamente únicos, e são muito divertidos, e TODOS nos rendem boas risadas, e acabam se tornando relevantes mesmo não tendo muita importância na história!


...Os episódios e acontecimentos...



De modo geral, os episódios não são muito impactantes e nem tem a intenção de ser, já que é um anime de comédia e romance, porém todos os episódios são interessantes e divertidos, e se você gosta desses dois gêneros provavelmente não haverá nenhum episódio que não conseguirá prender sua atenção.
 Ah e o mais legal é que cada episódio é formado por “dois capítulos”, sendo assim sempre acontecem duas coisas diferentes em cada ep, tornando tudo bem rapidinho e não deixando o anime se tornar cansativo/enjoativo.

...Comentários finais...


Eu comecei  Beelzebub-jou No Okinimesu Mama, sem ter nenhuma expectativa, e nem sequer tinha intenção de acompanha-lo até o final, mas a história era tão leve, descontraída e gostosinha, que acabei acompanhando ele até o fim (mesmo sendo torturada tendo que assistir somente um ep por semana, já que na época ainda estava em lançamento), então eu recomendo ele tranquilamente a qualquer pessoa que gosta de um romance descontraído e divertido!


Nota que eu daria: 09.


---FIM!---

Espero que tenham gostado!

E então, vocês já assistiram Beelzebub-jou No Okinimesu Mama?? Se sim, me digam o que acharam, e se não, me digam se pretendem assistir!
Até a próxima postagem!

~Kissus!


Fotinha do Dantalion, porque amo ele hehe...

_________________________________________________________________________________

MOMENTO DIVULGAÇÃO


Por favor me ajudem assistindo meus cover no YouTube!




domingo, 10 de fevereiro de 2019

OTOME-DREAM QUEST AWARDS 2018! ---VENHA VOTAAAARRRRRRR---

FOTO ROUBADA DO BLOGUE IVAN NARDES DREAM QUEST


Olá meus queridos leitores! Como vocês estão???

Eu (Quase Otome) fiz uma parceria com o INDQ, e decidimos colocar em votação alguns dos melhores personagens e animes de 2018, incluindo também animes nem tão recentes para deixar as coisas mais interessantes!


A cada categoria eu indiquei dois e o INDQ indicou dois também, mas só revelarei minhas indicações quando as votações estiverem encerradas!



domingo, 23 de dezembro de 2018

Minha retrospectiva 2018!



Olá seres que vivem no mesmo universo que eu ou não, como vocês estão?
Faltando poucos dias para encerrar 2018, decidi vir aqui fazer uma retrospectiva de coisas relevantes  que me aconteceram esse ano...

Então vamos lá!

...Minha retrospectiva 2018...



FINALMENTE SAI DO PORÃO E ME APRESENTEI MAIS DE UMA VEZ NO ANO


Para quem não sabe eu faço parte de uma escola de ballet, que leva apenas pessoas da companhia para festivais e apresentações abertas, e quem não faz parte da companhia só vai nessas coisas a cada 02 anos, e infelizmente eu nunca consegui entrar para a companhia (até porque eu só fui descobrir esse lance da companhia quando eu já estava no 3º ano de ballet), então isso significa que eu fico presa no porão, e só saio para apresentar uma vez por ano (na apresentação privada feita para os pais e familiares) e esse ano eu fiz parte de TRÊS apresentações diferentes, o que me deixou bem animada, pois eu já estava me sentindo a própria CL (ex-2ne1) presa no porão da YG Entertainment, sem um comeback para chamar de seu, mas como tudo que é bom dura pouco, em 2019 voltarei para o meu porão e TALVEZ me apresentarei somente em julho.

Eu voltando para o porão


Passei de ano no ballet, com uma nota surpreendentemente boa


Ainda falando sobre minha vida no ballet, a poucos dias atrás realizei minha prova final, e passei com uma nota melhor do que eu esperava (passei de ano com a nota 8,1), e isso me surpreendeu bastante, pois no inicio do ano, minha meta era aumentar minha nota para o 09, já em julho eu tinha expectativas de manter um 08, e poucas semanas antes eu estava rezando para conseguir pelo menos um 7,50 (nota miníma para passar sem ficar de recuperação), e no dia do exame eu não fazia ideia de qual seria minha nota já que uma das examinadoras nos olhava assim o tempo todo:


E a outra nos olhava assim:


Ao fim do exame enquanto esperávamos as notas, eu não sabia o que pensar, pois apesar de ter ido bem, me senti bastante prejudicada por ter que dançar com minha sapatilha de ponta velha (que estava toda molenga, me deixando sem equilíbrio em alguns momentos), e por causa do calor insuportável (em menos de 03 minutos de exame, eu já estava parecendo um picolé derretendo no verão). Mas fiquei super feliz de ter conseguido manter um 08!


EVENTOS DE ANIMES

Coisinhas que comprei no WPF (não inclui as que comprei no Anime Fest, porque estou sem meu celular nesse momento).

Esse ano consegui ir em 03 eventos, no WPF (World Pop Festival, em São Paulo), e fui duas vezes no Anime Fest (evento que tem na minha cidade), uma vez no meio do ano, e outra agora em dezembro. Em ambos os eventos eu me diverti bastante, e fiz o que gosto de fazer: gastar todo o meu dinheiro, e agora estou oficialmente pobre.
Porém nunca irei me esquecer de assistir luta livre ao vivo lá no WPF, e as coisinhas que comprei + a companhia dos meus amigos nos Anime Fest!


VICIO INESPERADO EM SHINGEKI NO KYOJIN


Shingeki No Kyojin foi um dos meus vícios mais inesperados do ano, eu comecei a assistir totalmente desinteressada, e fui ver os episódios apenas porque o Ivan (do blogue Ivan Nardes Dream Quest) já havia baixado 10 episódios para mim, e acabou que eu me apaixonei e assisti as 03 temporadas em apenas 03 dias, e agora me sinto um pouco arrependida, já que to morrendo querendo saber o que acontece nos próximos episódios, e a segunda parte da 3º temporada só vai ser lançada em abril de 2019, e como não posso sofrer sozinha, já fiz o favor de viciar outras pessoas nesse anime maravilhoso ♡

EU TODA VEZ QUE O LEVI E O EREN APARECIAM:


Eu esperando lançar os novos episódios:


Menção honrosa a Inuyasha que foi meu vicio do primeiro semestre, me fazendo assistir mais de 70 episódios em poucos dias:



TOMEI UM CALOTE 


Não só eu, mas todo mundo que comprou os ingressos para o show do Block B Bastarz que iria ter no Brasil em outubro, levou um calote feio da HDM Produções, que cancelou o evento 05 dias antes, e sumiu com o dinheiro de todo mundo, e como a empresa se desfez, não há nada que a gente possa fazer para recuperar o dinheiro 😭

Consegui postar 03 covers sozinha!



Para mim gravar qualquer musica sozinha é muito difícil, pois eu não tenho nenhuma confiança, sempre fico achando que estou desafinada, ou que minha voz é chata e que nenhuma musica vai ficar boa na minha voz, então eu fiquei muito feliz por ter conseguido postar esses vídeos, e já estou até planejando quais irei postar no ano que vem!
E deixo aqui o cover que mais amei fazer, que é o de "Shall We Dance", uma das minhas musicas favoritas do meu boygroup favorito!

Me diverti bastante indo ao cinema e tomando sorvete com pessoas especiais para mim!


Acredito que esse ano saí bem menos do que ano passado, porém em todas as minhas poucas vezes que passeei, me diverti bastante, fui no cinema 04 vezes esse ano (assisti Vingadores: Guerra Infinita, Aquaman, Venom e um desenho de futebol na era das cavernas, que eu não me recordo mais o nome, porém é bem divertido), e saí algumas vezes para tomar sorvete com meus amigos, e como eu AMO sorvete, já devem imaginar que eu AMEI esses pequenos rolês né?!

---FIM---

Esse ano passou tão rápido que eu quase não tenho muito o que contar, tiveram mais algumas coisas como as apresentações das meninas que dou aula, porém decidi não escrever aqui, pois não pedi permissão para a Acadêmia nem para os pais para postar fotos do evento, e também tiveram mais coisas sobre ballet, mas decidi não sobrecarregar essa postagem com mais ballet haha!

Enfim, espero que tenham gostado!

E me contem nos comentários o que vocês fizeram de legal esse ano!

Até a próxima postagem!

~Kissus!

--------------------------------------------------

MOMENTO DIVULGAÇÃO NO FINAL DA POSTAGEM:


Por favor me ajudem dando uma visualizadinha no novo cover que gravei com minha prima, é da musica "Bang Bang Bang" do grupo BIGBANG, espero que gostem!

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

[Review] Lostorage Incited WIXOSS – Um Yu-Gi-Oh! dramático, bonito e interessante para garotas!



Olá meus queridos leitores, como vocês estão?

Eu estou ótima, e venho aqui trazer para vocês minha terceira postagem em menos de um mês (que é uma vitória para mim já que a última vez que consegui trazer 03 postagens em um mês foi lá em abril), e surpreendentemente é mais uma recomendação de anime!

Então vamos falar do que realmente interessa: “Lostorage Incited WIXOSS”.

Sinopse


“A aluna colegial Homura Suzuko voltou para Ikebukuro, a cidade onde cresceu. Ela preza as lembranças de sua velha amiga de quando era pequena, Morikawa Chinatsu e está ansiosa com a possibilidade de vê-la novamente. Mas quando chega à escola, ela descobre que tem problemas para se encaixar no resto da turma. Certo dia, ela decide que se aprender a jogar o jogo de cartas Wixoss talvez consiga fazer amigas. Ela compra um baralho e quando o abre, a garota em uma das cartas começa a se mover e falar. "Bem-vinda, Selector." Selectors devem batalhar pelo controle de cinco moedas que guardam todas suas memórias. Se puderem recuperar todas as moedas, elas vencem e podem sair do jogo. Mas se perderem, há uma penalidade...” (>Fonte + Onde assistir e baixar, clicando aqui<)

A história


Para quem não entendeu muito bem a sinopse, a história basicamente gira em torno de um jogo de cartas (semelhante a Yu-Gi-Oh!) onde as pessoas escolhidas para serem Selectors fazem duelos onde estão em jogo todas as suas memórias (que são contabilizadas em 05 moedas, no caso toda vez que perdem um duelo, elas perdem uma moeda –ou até mais de uma, caso tenham usado suas moedas para adquirirem habilidades especiais durante a batalha-, sendo assim perdem parte de suas memórias, e se perderem todas as moedas, elas “somem”, e são substituídas pela sua LRIG, que é uma espécie de avatar criado a partir de suas memórias, que luta durante os duelos). Mas se conseguem juntar as 05 moedas, elas ganham o jogo, e como prêmio podem manipular uma de suas memórias, mudando o rumo de sua vida.

Personagens


Homura Suzuko


Nossa protagonista é uma garota doce e frágil, que tenta se tornar forte após virar uma Selector e descobrir que sua melhor amiga de infância, Morikawa Chinatsu (que também é uma selector) quer se esquecer dela (e inclusive tenta vence-la em um duelo, onde se ela se saísse campeã, a Suzuko iria sumir definitivamente), e embora ela se magoe com essa situação, ela acaba tendo como objetivo juntar as 05 moedas para proteger suas memórias com a Chinatsu, e ao lado de sua LRIG, Riru (a vermelhinha da foto) e com a ajuda de sua nova amiga Hanna (que é a primeira a conseguir juntar 05 moedas), ela tenta se tornar cada vez mais forte, e começa a evoluir como personagem (deixa de ser aquela menina frágil e chorona, e se torna uma garota determinada e confiante. Meus comentários finais sobre a Suzuko: a evolução que ela tem durante o desenvolver da história, é definitivamente uma das coisas mais legais de se acompanhar, porque mesmo tendo uma mudança considerável em sua personalidade, ela continua tendo a mesma essência, e faz com que  a gente passe a entender seus sentimentos, e começar a torcer por ela, apagando quase que totalmente a nossa primeira impressão meio chatinha que a gente teve dela nos primeiros episódios.

Morikawa Chinatsu


Pense em uma personagem que me fez passar raiva! A Chinatsu é meio complicada de entender, e pelo fato dela estar tentando apagar sua ex-melhor amiga para se tornar uma pessoa mais forte, acaba fazendo ela parecer bem irritante e egoísta, e também faz a gente começar a ver ela como uma vilã (principalmente por ela usar as pessoas como bem entende para alcançar seus objetivos), mas depois de um longo tempo a gente começa a perceber que ela se sente desesperada e meio perdida, e eu cheguei até a ficar com pena dela... Enfim, quando ela começa a mostrar seus verdadeiros sentimentos, nós começamos a entender ela melhor, e até gostar dela! Ah, sua LRIG é a Meru (a verdinha da foto), que é baseada nas memórias dela com a Suzuko, então ela é bem fofa, mas devido a isso, dá a entender muitas vezes que a Chinatsu não gosta dela.







Kou Satomi



Esse desgraçado lindo, é o verdadeiro vilão da história, e bom, tudo o que eu tenho a dizer sobre o Satomi, é que ele é um fdp completo! Ele marca duelos entre os Selectors, com o objetivo de controlar o jogo, e ver o desespero dos selectors ao chegarem em seus limites, e serem destruídos. Vou evitar falar muito sobre ele, pois se falasse mais, acabaria dando muitos spoilers , e deixaria a história sem graça para vocês hehe...

Comentários finais


Para ser sincera, eu não esperava muito desse anime, e só quis assisti-lo devido ao seu número de episódios (12), mas me surpreendi bastante com o desenvolvimento que a história teve. “Lostorage Incited WIXOSS” não é apenas sobre um jogo de cartas legal, é um anime sobre amizade, sentimentos e a importância de nossas lembranças.
É um anime que eu recomendaria facilmente para qualquer pessoa, por ter muitos pontos positivos, e tratar vários assuntos complexos (como a mente e sentimentos das pessoas), de maneira interessante, envolvendo um pouco de ação hehe...
O único ponto fraco desse anime, acabou sendo o numero de episódios, por ser muito curto, ás vezes ele parece muito corrido, não aproveitando bem todos os personagens mostrados (mas criei várias expectativas ao ver que já tem uma segunda temporada hehe)... Enfim, pelo menos ele termina bem fechadinho, não deixando muitas dúvidas.

Nota que eu daria: 08,5.

FIM!

Espero que tenham gostado! E então já assistiram “Lostorage Incited WIXOSS”? Pretendem assistir? Deixem aí nos comentários a opinião de vocês!

Até a próxima postagem!

~Kissus!

Outros reviews que você pode gostar:


MOMENTO DIVULGAÇÃO NO FINAL DA POSTAGEM


Me ajudem dando uma visualizadinha no meu cover!


domingo, 18 de novembro de 2018

[REVIEW] "3D Kanojo (Real Girl)" é um cliché, que consegue fugir do cliché!


Olá meus queridos leitores, como vocês estão?

Hoje vim aqui trazer um review atrasadíssimo para vocês, e dar meu veredito se vale a pena ou não assistir "3D Kanojo (Real Girl)"!

Então vamos lá!


Sinopse: "Kanojo 3D conta a história de Hikari Tsutsui, um garoto do ensino médio que está satisfeito com as meninas virtuais que ele encontra em animes e jogos. Ele não tem muitos amigos e vive em seu próprio mundo. Um dia, quando ele estava limpando a piscina da escola, ele é abordado pela Iroha, uma “garota real” que é bem vista e popular entre os garotos da escola." (FONTE AQUI)

 Personagens!

Agora que vocês já viram a sinopse e tem uma pequena ideia de como é o anime, vamos falar sobre a trinca de personagens principais!

Hikaru Tsutsui


Como já é dito na sinopse, nosso protagonista Tsutsui é um otaku antissocial que não tem muito interesse em se relacionar com outras pessoas além de seu melhor amigo Yuto Ito (que é outro otaku), e que se orgulha de seu estilo de vida, deixando bem claro que “não quer ser um garoto normal”. Após se relacionar com Iroha, ele acaba eventualmente se envolvendo com outras pessoas, fazendo novos amigos e inimigos, sendo assim o anime acaba focando em sua tentativa de tentar entender e se relacionar bem com as pessoas ao redor, embora enfrente uma enorme  dificuldade nisso, já que ele passou sua vida toda sendo antissocial.

Iroha Igarashi



Nossa protagonista feminina é um pouco diferente das outras personagens comuns de outros animes, o que a torna bem memorável! Apesar de ser feminina e bonita, ela possui uma personalidade forte, e que muitas vezes é difícil de entender, e que confunde bastante a mente do Tsutsui. De maneira geral ela é uma personagem bem carismática, e que se encaixa  no tema “Real girl”, tendo vários problemas de garotas, e possuindo defeitos que geralmente costumam esconder nas personagens femininas.

Yuto Ito



Para ser honesta, eu acho o Ito um personagem bem sem graça, mas provavelmente é porque ele é um menino mais sensível e super sentimental, e esse tipo de personalidade geralmente não me atrai muito, porém ele contribui bastante pra evolução do Tsutsui, e acaba evoluindo junto com ele.

---Comentários gerais---


Esse anime tinha tudo para ser um romance água com açúcar, onde o nerd se apaixona por uma garota popular da escola, e leva séculos para se confessar, e depois os dois ficam juntos felizes para sempre, com o nerd se tornando o bonitão do pedaço, PORÉMMMMMM, ele segue uma linha diferente, onde é a garota popular que se apaixona pelo nerd, e não leva nem 03 episódios para eles ficarem juntos, dando todo o foco do anime para a evolução dos personagens e do relacionamento deles, claro, ainda conta com vários clichés de romances adolescentes (como amor não correspondido, mocinha ciumenta após a aparição de outra menina bonita interessada no boy dela, decepções, e tudo que um romance precisa para ser um romance), porém boa parte disso fica em segundo plano, tornando a história mais interessante e menos enjoativa!

Veredito final!



Vale a pena assistir "3D Kanojo (Real Girl)"?  Não é um anime que vá mudar sua vida, ou um que você vai enlouquecer se tiver que esperar para assistir o próximo episódio, mas vale a pena sim, a história é bem gostosinha de acompanhar, e muitas vezes a gente até se sente envolvido com algum personagem, não é o melhor romance que já assisti, mas é um romance super agradável e divertido!

NOTA FINAL: 08,5.

---fim---




Espero que tenham gostado da postagem, e não deixem de fazer comentários! Já assistiram "3D Kanojo (Real Girl)"? Se sim, o que achou?? Se não, pretende assistir?? Me conte tudo hehe!

Até a próxima postagem!

~Kissus!


-------MOMENTO DE DIVULGAÇÃO NO FIM DA POSTAGEM--------


O "Combo G" completou 02 anos esse mês, e eu fiz um cover para comemorar o aniversário do canal (era para ser um cover com minha parceira, mas infelizmente não conseguimos nos reunir para gravar), o vídeo ficou bem simples, pois acabou sendo feito na correria! Mesmo assim, espero que gostem! Por favor me ajudem dando uma visualizada, uma curtidinha e se puder se inscreva haha!


terça-feira, 6 de novembro de 2018

[Review] – “Satsuriku No Tenshi” é um anime perfeito, e com um final feliz e triste!


Olá meus queridos e amados leitores, que mesmo depois de tanto tempo, não me abandonaram, como vocês estão?
Eu estou bem, e estou animadíssima para falar sobre minha paixão dos últimos meses, o motivo de eu ter ficado tanto tempo sem escrever sobre outros animes, e de eu ter ficado desesperada todos os sábados pra ver se já tinha episódio novo #drama, sim, estou falando de “Satsuriku No Tenshi”!

Mas antes de eu dar minha opinião sobre o anime, vamos ver a fichinha dele:


Nome: Satsuriku No Tenshi
Nomes alternativos: Angel Of Massacre, Angel Of Slaughter, Angels Of Death
Gênero: Ação, Horror, Psicológico, Thriller
Número de episódios: 16.
Ano: 2018.
Autor: Makoto Sanada - Diretor: Kentarou Suzuki - Estúdio: J.C.Staff
Sinopse: Rachel uma garota de 13 anos encontra-se presa no porão de um edifício abandonado. Sem lembranças, ou mesmo uma pista sobre onde ela poderia estar. Em sua busca, ela encontra um homem coberto de faixas. Ele se apresenta como Zack e ele está com uma foice. Um estranho vínculo é atingido entre eles, reforçado por promessas estranhas e loucas... Estes dois, presos neste estranho edifício, não sabem por que o destino o colocou lá. Mas eles vão trabalhar juntos desesperadamente  para encontrar uma saída.
Fonte: Animesonehd


Agora que você já sabe um pouco do que acontece, vamos falar um pouco dos personagens!

Rachel Gardner (Ray)

Rachel é a protagonista, e como já citado na sinopse, ela acorda em um prédio sem se lembrar exatamente de quem realmente é, e tenta explorar o prédio em busca de descobrir informações sobre ela, mas após alguns acontecimentos nada normais, como ser perseguida por um assassino (Zack) e ver seu psicólogo que é obcecado por ela, ser assassinado pelo mesmo na sua frente, Rachel acaba tendo sua memória recuperada, e tem como único desejo ser morta, e pede para que o Zack a mate, mas devido a sua falta de expressões, ele simplesmente não consegue fazer isso, e promete que irá matar ela, se ela se tornar útil pra ele, o ajudando a escapar do prédio.
Apesar de passar mais da metade do anime sem ter muita expressão, Rachel consegue ser uma personagem bem interessante, pelo fato dela prender nossa atenção, e sempre nos deixar curiosos sobre ela, quanto mais a vemos, mais queremos saber o motivo dela ser assim e a razão dela querer morrer.

 

Isaac Foster (Zack)

Ele é de longe o meu personagem favorito! Zack é um assassino que mata apenas por diversão, e que possuí um passado bem tristinho, que me faz gostar ainda mais dele, mas enfim, o Zack não é um cara muito inteligente, então ele acaba precisando da ajuda da Rachel para conseguir escapar do prédio, e conforme eles vão passando o tempo juntos, acabam se aproximando e virando amigos de verdade (infelizmente não rola romance entre eles, mas eu acho que deveria U.U). Ele tem uma personalidade tão carismática e perfeita para o estilo dele que acabo nem tendo muito o que dizer, então tudo o que vocês precisam saber é que se vocês gostam de personagens brutos, carismáticos, assassinos e psicopatas, vocês provavelmente irão gostar dele, pois ele atende perfeitamente todos esses requisitos.

A risada do Zack me conquistou hehe...

Daniel Dickens (Danny)

Eu até pensei em colocar o padre que é o vilão da história, e que provavelmente se encaixaria melhor aqui na trinca de personagens principais, mas eu não podia deixar de citar o Danny (psicólogo/doutor obcecado pela Rachel), porque ele é simplesmente um dos personagens mais FDP de 2018, ele é exatamente aquele cara que a gente fica torcendo pra morrer, e quando a gente comemora que ele morreu, ele aprece vivíssimo e pleno para ferrar um pouquinho mais os outros personagens, e encher os telespectadores de ódio. Mas apesar dele ser o motivo de ódio, ele também é muito interessante e carismático, é um personagem muito bem trabalhado, e que nos faz sentir ódio e amor por ele haha...



--- Opiniões finais sobre tudo ---

Aquele casal que a gente torce pra ficar junto, mas nunca fica
Entre os animes que lançaram esse ano e que eu decidi acompanhar, esse é de longe o melhor (o único que tem chances de bater de frente com ele por enquanto é Goblin Slayer), e olha que eu simplesmente não consigo levar a sério animes de horror, então isso prova a qualidade de Satsuriku No Tenshi.
O primeiro episódio já começa ótimo, prendendo totalmente a atenção de quem o assiste, e mantendo um clima bem envolvente que nos faz assistir sem piscar, e nos deixando curiosos sobre o que vai acontecer depois, e isso me surpreendeu bastante, pois geralmente eu uso a regra dos 03 episódios pra saber se devo continuar acompanhando algum anime/série, mas esse já me fez querer acompanhar tudo desde o primeiro ep. E apesar dos episódios seguintes perderem um pouco da tensão do primeiro ep, eles continuam igualmente ótimos e alguns até melhores.


E bom, o final dele não decepciona, acaba sendo super feliz para os personagens, mas um pouco triste para quem estava amando o Zack e a Rachel, e sonhavam por um pouquinho de romance entre os dois, ou uma brecha para uma segunda temporada.
Enfim, Satsuriku No Tenshi conta com uma história bem envolvente e bem produzida, e ainda possuí personagens perfeitos que se encaixam exatamente com o contexto do anime, sem parecer desconexos com a história, esse é o tipo de anime que eu recomendo sem pensar duas vezes.

Nota final: 09,5 (0,5 pontos descontados devido ao romance não ter acontecido kkkkk)!

 -- FIM –


Espero que tenham gostado dessa postagem, e que me perdoem por ficar tanto tempo sumida do blogue,  dessa vez não irei sumir novamente, pois tenho tantas coisas para indicar aqui no Quase Otome, que estou até animada para escrever novos posts!

E então, já assistiram “Satsuriku No Tenshi”? Me conte tudo nos comentários! Mas antes, por favor me ajudem dando visualizações no último cover que postei a algum tempo atrás, pois em breve terá cover novo hehe:



 Até a próxima postagem!


~Kissus!